Conto de Eduardo Kasse une realidade e ficção para narrar trajetória de Santos Dumont.

Ilustração de XTO, 2021.

23 de julho de 1932, quarto 152, Grande Hotel de La Plage, Guarujá-SP.

– Não foi para isso que eu o inventei. — Pôs o copo vazio sobre o desenho do Demoiselle feito a caneta, borrando-o com um círculo úmido que ia se expandindo devagar no papel amarelado…


Introduções e Ilusões do que vemos no Céu

Olhar para o céu noturno é viajar no tempo. Vemos estrelas que nossos antepassados viam e usavam para demarcar o tempo, orientar suas viagens pelo mundo e, em especial, para contar histórias. Pedaços do céu trazem causos que nos ensinavam a conviver e nos convidam a lembrar, a aprender.

Agora, experimente observar o céu à noite: as estrelas parecem estar a mesma distância de nós, não parecem?

Depois de muito observar o céu entendemos duas coisas muito importantes: as estrelas que vemos de noite são parecidas com o…


A menção mais antiga feita à existência constelação do Cruzeiro do Sul está presente em . Mas não podemos dizer que esta foi a data em que o Cruzeiro do Sul foi descoberto. Suas estrelas estavam no céu muito antes da chegada dos portugueses ao Brasil e essa constelação já era conhecida por muitos outros povos que viviam no hemisfério sul.


O Grupo Mobius (João Eduardo Fonseca, Tatá Trivério e Stefanie Araujo) traz para o Zine Voador, no FestA 2021, uma visão lúdica daquilo que observamos no céu ao longo da nossa história nesse planeta (e fora dele!)

E você? O que você tem visto pelos céus? Como você contaria sobre esses avistamentos para alguém?

E se você pudesse colocar algo no céu, o que seria?
O que você ia querer que outras pessoas pudessem ver quando olhassem para cima?

Making Of — Evolução do que vemos no céu

A foi feita à mão (e também um pouquinho no computador, que ainda precisa…


[reconstituição do voo]

Após um longo período de laboriosas pesquisas e montagens, nossa empreitada de reconstrução do modelo original da Passarola de Gusmão foi interrompida devido a uma tragédia, um desastre natural.

desastre natural

Contudo, solidariamente e em comemoração ao recente e bem sucedido lançamento do primeiro satélite de observação terrestre inteiramente realizado no território brasileiro [lançamento do AMAZONIA 1], não podíamos abandonar os esforços realizados e deixarmos a passarola ser mais uma vez esquecida.

Treinada para lidar com situações extremas, nossa equipe rapidamente elaborou outra abordagem para levar a cabo nosso compromisso de apresentar uma concepção técnicopoética da maravilhosa
invenção.

Assim…


00:00 a 00:42 “pediu a ajuda do Maneta, que contou para ele que em sua terra tudo devia ter um nome. Quando as coisas ganham um nome, elas também ganham uma força vital, e por isso a máquina de voar precisava ser chamada de alguma coisa. O padre Bartolomeu começou a chamá-la de Passarola e a apresentou ao céu, que, deste modo, passou a respeitá-la, assim como ela também deveria respeitar o céu. …


Lisboa, século XVIII. Mais precisamente, 3 de outubro de 1709. Bartolomeu de Gusmão, cientista, inventor e sacerdote nascido na Capitania de São Vicente, atual cidade de Santos (SP), demonstrou exitosamente para a Coroa Portuguesa que era possível construir um “instrumento para se andar pelo ar”: a “Passarola”, como ficou conhecida na época ou, se preferirmos seu nome científico, “aeróstato operacional” ou, se preferirmos seu nome mais popular (e hoje, fora-da-lei), “balão” (esse mesmo, das festas juninas).

Esse evento é relevante às discussões que realizamos nos Espaços de Tecnologias e Artes das unidades do Sesc localizadas em Itaquera Guarulhos por muitos…


Videotutorial ensina a fazer origamis que vão para além do aviãozinho: descubra como construir um OVNI, um Planador e um Tsuru que bate as asas.

é educador do Espaço de Tecnologias e Artes do Sesc Guarulhos.


Passo a passo ensina a montar um aviãozinho de isopor de forma simples e lúdica.

Os aviões são fruto do sonho da humanidade de voar pelo céu, controlando todo o percurso desde quando decolamos até quando aterrissamos. Neste passo a passo, veremos como fazer um avião com materiais reciclados e que temos em casa. Existem muitas possibilidades para criarmos uma aeronave: ela sequer precisa necessariamente voar, pois o mais importante é pensar em maneiras divertidas de brincar e de estimular a imaginação.

Para isso, temos que pensar: quais são as partes de um avião? Vamos brincar de construir?

Você vai precisar de:

  • Bandeja de…


Projeto artístico realizado pelas equipes dos Espaços de Tecnologias e Artes do Sesc Guarulhos e Sesc Itaquera propõe diversos materiais sobre Objetos Voadores.

Na imagem, vê-se uma figura masculina vestindo um enorme chapéu e ostentando um grande bigode. Ao redor desta figura, estão diversos objetos voadores, como um avião, uma borboleta, uma pipa, um morcego, um relâmpago, um guarda-chuva, um balão, um pássaro, um avião de papel e um chinelo, entre outras.
Na imagem, vê-se uma figura masculina vestindo um enorme chapéu e ostentando um grande bigode. Ao redor desta figura, estão diversos objetos voadores, como um avião, uma borboleta, uma pipa, um morcego, um relâmpago, um guarda-chuva, um balão, um pássaro, um avião de papel e um chinelo, entre outras.
Ilustração por XTO, 2021.

— Lupicínio Rodrigues

Olhando pela janela ou andando pela rua, o céu sempre nos acompanha. Você já quis voar? Hoje em dia, a tecnologia pode nos dar essa capacidade, mas a verdade é que há muito tempo voamos na imaginação e nas histórias…

Zine Voador

Experimento artístico entre o Sesc Guarulhos e Sesc Itaquera fala sobre objetos voadores para o FestA! — Festival de Aprender — 2021

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store